Topo
24 de September de 2017
Cuidado! Foto no Facebook pode ser considerada prova de crime

Cuidado! Foto no Facebook pode ser considerada prova de crime

Entendimento foi do Tribunal de Justiça do Mato Grosso, durante a análise do caso de um suspeito de roubo


Não são só os recrutadores que ficam de olho nas redes sociais, mas a Justiça também. Tanto é que a 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Mato Grosso (TJ-MT) usou uma foto postada no Facebook de um suspeito de assalto como uma das provas de que ele estava envolvido no crime.


O suspeito em questão participou de um roubo a uma revendedora de joias em 2015, de quem foram levadas diversas peças de ouro, com valor total avaliado em R$ 400 mil. O homem fugiu do local do crime com uma moto modelo Honda CG 150, na cor vermelha, com placa de cidade do interior do Pará.



 A Polícia Civil, enquanto investigava o crime, acessou o perfil do rapaz no Facebook e, na página, encontrou uma foto em que aparecia uma moto ao fundo. A imagem foi analisada e foi constatado que se tratava da mesma placa do veículo utilizado no assalto à revendedora. A foto, então, foi mostrada à vítima, que confirmou a identidade do suspeito.

A defesa do réu recorreu à Justiça sob a alegação de que a identificação do homem feita pela ofendida não deveria ser utilizada no processo, pois foi realizada três dias após o ocorrido e por meio de arquivo fotográfico.


O relator do caso, contudo, desembargador Orlando de Almeida Perri, afirmou que não há problema em utilizar o reconhecimento fotográfico para identificar suspeito, desde que haja confirmação por parte da vítima. Segundo o magistrado, as provas apresentadas foram suficientes para demonstrar que o réu participou do crime.


Fonte: Gazeta Do Povo

Tags


Compartilhe

Google+