Topo
25 de February de 2018
Estupro de bebê de oito meses gera revolta na capital da Índia

Estupro de bebê de oito meses gera revolta na capital da Índia

OVA DÉLHI — O estupro de uma menina de apenas oito meses de idade gerou revolta em Nova Délhi, capital da Índia. De acordo com a imprensa local, o bebê foi internado no domingo e está em condição crítica. O suspeito do crime foi preso: um primo da vítima de 28 anos, informa a BBC.

O incidente aconteceu no domingo, mas foi noticiado apenas na segunda-feira. Swati Maliwal, diretora da Comissão para as Mulheres de Nova Délhi, visitou a criança no hospital, descrevendo os ferimentos como “horríveis”.

“O seu choro podia ser ouvido na unidade de tratamento intensivo do hospital. Ela tem ferimentos horríveis em seus órgãos internos”, afirmou Swati, pelo Twitter. “O que fazer? Como Nova Délhi pode dormir hoje quando um bebê de 8 meses foi brutalmente estuprado na capital? Nós nos tornamos tão insensíveis ou simplesmente aceitamos isso como o nosso destino?”

Swati também fez um apelo ao primeiro-ministro do país, Narendra Modi, por “leis rigorosas e mais recursos policiais” para a proteção de meninas e mulheres.

Após o estupro grupal e assassinato de uma jovem de 23 anos num ônibus na capital, em 2012, a violência contra mulheres se tornou uma questão central na Índia. O crime gerou grandes protestos de rua, que forçaram o governo a introduzir novas leis contra o estupro, incluindo a pena de morte.

Mesmo assim, novos casos brutais continuam acontecendo pelo país, como a menina de oito meses estuprada neste fim de semana.

E casos como esse não são raros. De acordo com dados oficiais, em 2016 foram registrados 19.765 estupros de crianças, um aumento de 82% em relação aos 10.854 casos registrados em 2015.

 

Fonte: O Globo

Tags


Compartilhe

Google+