Topo
23 de November de 2017
Inglês e Espanhol, idiomas que refletem CULTURAS!

Inglês e Espanhol, idiomas que refletem CULTURAS!

Quando tomamos a decisão de aprender um idioma, acabamos considerando o domínio de tal língua fator decisivo para melhores oportunidades SOCIAIS, ACADÊMICAS E PROFISSIONAIS seja no presente ou no futuro.


A língua é, em primeiro lugar, um produto da cultura. O idioma utilizado por uma sociedade reflete, sobretudo pela natureza e conceito, sistemas simbólicos, alguns traços característicos daquela sociedade. Ou seja, toda língua expressa uma cultura.


Logo, podemos afirmar que o ensino de Línguas não pode constituir-se como um fato isolado já que representa um momento SOCIAL e CULTURAL. O estudo de cultura deve ser parte integrante da aprendizagem de línguas estrangeiras: sendo sempre contextualizado e ensinado em conjunto com os aspectos estruturais e funcionais da língua em si.


As palavras carregam uma carga e um valor, muitas vezes é necessário um conhecimento histórico, geográfico, artístico para que elas tenham sentido. A compreensão de uma língua não acontece de forma isolada, requer um conhecimento interdisciplinar. Isto é prova de que um mínimo de conhecimento de cultura é indispensável para compreender certas expressões, e que um conhecimento mais profundo permite, mais facilmente, o acesso a esta carga, a este valor, das palavras.


Ensinar cultura não é apenas ensinar uma história, valores e tradições, mas agregar um valor às palavras, além de transmitir o saber que conduz a proficiência aos alunos de língua estrangeira para que eles não se coloquem em situações ambíguas e delicadas perante os usos e costumes do idioma em questão.


Agende uma aula demonstrativa gratuita de Inglês e/ou Espanhol no CCAA através do www.ccaa.com.br ou (45) 3264 1450 e viva a experiência de aprender um novo idioma inserido em uma nova cultura.


Fonte: CCAA

Tags


Compartilhe

Google+