Topo
24 de April de 2018
Oeste em Desenvolvimento destinará R$ 500 mil para cofinanciar projetos de inovação

Oeste em Desenvolvimento destinará R$ 500 mil para cofinanciar projetos de inovação

Uma das condições para concorrer ao aporte é a participação em um curso entre abril e julho. Edital sobre a formação será lançado no Show Rural Coopavel


O Programa Oeste em Desenvolvimento (POD) destinará até R$ 500 mil para cofinanciar projetos que incentivem a inovação nos 54 municípios da região. O POD reúne mais de 60 instituições públicas e privadas, entre elas, a Itaipu Binacional.

O valor será repassado aos projetos elaborados e selecionados durante o curso “Promotores para Inovação e Desenvolvimento”, que começa em abril.

O edital com os prazos para inscrições e os requisitos necessários para participar do curso será divulgado no dia 5 de fevereiro no Show Rural Coopavel, em Cascavel.

A formação será promovida pelo Programa Regional de Formação para o Desenvolvimento Econômico Local com Inclusão Social (ConectaDEL) e pelo Sistema Regional de Inovação do Oeste do Panará (SRI).

Os projetos a serem cofinanciados devem ser concluídos até julho, quando encerram as aulas teóricas do curso. Em agosto, as propostas serão encaminhadas para análise do Oeste em Desenvolvimento. No mês de setembro serão selecionadas aquelas que mais se encaixam no objetivo da iniciativa (fomentar o desenvolvimento de soluções tecnológicas e de apoio aos laboratórios e centros de pesquisa, tecnologia e inovação entre universidades, Instituições de Ciência e Tecnologia – ICTs – e empresas no território).

Até R$ 100 mil

Segundo o coordenador do curso, Cristian Jair Aguilar, os alunos devem propor projetos que prevejam cooperação entre os meses de abril e julho.

O Oeste em Desenvolvimento financiará até R$ 100 mil de cada projeto selecionado, desde que não ultrapasse 50% do valor total da ação. “A proposta é que os projetos sejam elaborados com pelo menos três entidades proponentes e com a participação de um dos alunos do curso”, afirma.

Em 2017, foram cofinanciados sete projetos. Na ocasião, o programa repassou R$ 316 mil. Outros R$ 340 mil foram aportados como contrapartida das entidades proponentes.

Um dos projetos contemplados foi o que prevê a criação do Centro de Inovação Tecnológica no município de Assis Chateaubriand (CitAC), com foco em soluções de software, sistemas embarcados e robótica. Inicialmente, o Centro beneficiará 16 pesquisadores e oito empresas. Espera-se também treinar pelo menos 80 pessoas e estimular 500 pessoas por meio de feiras e seminários. As assinaturas dos convênios também ocorrerão durante o Show Rural Coopavel.

75% de presença

O curso “Promotores para a Inovação e Desenvolvimento" será dividido em oito módulos, com aulas quinzenais em Medianeira e Toledo. O aluno precisa ter pelo menos 75% de presença nas aulas para ter o acesso ao apoio financeiro para execução do projeto.

Serão ofertadas 80 vagas, dedicadas principalmente para as universidades, ICTs e empresas privadas. Os certificados serão emitidos pelo Parque Tecnológico Itaipu (PTI).

As temáticas abordadas durante o curso serão: Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento; Gestão da Inovação e Inteligência Competitiva; Inovação para a Competitividade Territorial; Análise de informações territoriais; Interação ICT x Empresa; Financiamento à Inovação e Captação de Recursos; Elaboração, Gestão de Projetos de Inovação e de Portfólio e Gestão de Riscos.

Fonte: Itaipu - Assessoria

Tags


Compartilhe

Google+