Topo
24 de April de 2018
Servidores públicos aprovam Greve Geral e aulas não devem começar em São Miguel do Iguaçu

Servidores públicos aprovam Greve Geral e aulas não devem começar em São Miguel do Iguaçu

Em Assembleia Geral organizada pelo SINSMI (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São Miguel do Iguaçu) e realizada na noite de segunda-feira, 05, servidores públicos do município aprovaram por unanimidade a deflagração de Greve Geral a partir desta quinta-feira, dia 08 de fevereiro.

Com isso, segundo a presidente do Sindicato, Rosnete Hubler, as aulas das escolas municipais e CMEI’s não devem começar nesta quinta, 08, conforme estava previsto no calendário escolar. Já os demais setores públicos devem realizar atendimento de maneira parcial.

Segundo ela, a greve foi aprovada pelo fato de a prefeitura não ter pago a reposição da data-base, que é prevista em lei, pela distorção da tabela salarial, já que professores são pagos com dois valores diferentes, e o valor do vale-refeição.

Por outro lado, o Secretário de Administração, Valdecir Simão Lago, afirmou que uma reunião realizada no dia 25 de janeiro acordou que a reposição da data-base seria discutida apenas no mês de março, após a prefeitura ter um panorama da folha salarial que será aumentada com a contratação de funcionários para o Complexo Hospitalar Municipal e com os avanços no plano de cargos e carreiras.

Segundo ele, só se terá uma posição sobre o pagamento da data-base após ficar definido o impacto financeiro desses fatores sobre a folha, isso para não extrapolar o limite previsto em lei para destinação de verbas municipais à folha de pagamento.

Fonte: Portal Costa Oeste

Tags


Compartilhe

Google+